Acerca de mim…

Sou uma sobrevivente da década de setenta, e trago sequelas irreversíveis: Viciada em paz e amor, cores, flores… Vi e vivi os ares de liberdade, transgressão e rebeldia criativa que marcaram aquela época. E tenho  comigo algumas pérolas de lá, que quero compartilhar aqui, nesse blog.

Meu nome é Rita, sou baiana, nasci em Itororó em 59, tenho um  monte de amigos de 18, 20, 30, 40, 60, 70, 80…  O  que demonstra a elasticidade, relatividade  e generosidade do tempo. Confio em pessoas de qualquer idade, etnia, religião… Desde que sejam jóias, verdadeiras, brutas, lapidadas… Tanto faz!

Sou um bicho grilo, borboleta, louva deus, uirapuru, beija flor, drosófila… Remanescente dos 70, uma década deliciosamente louca e transgressora. Sou poeta, verborrágica, artesã, metida a estilista, metida a gourmet, blogueira, metida a escritora. Sou metida, mesmo! Viajante, delirante, sonhadora, presepeira, criativa, caótica… Sou bacana! Eu acho…

A propósito, falando o tempo todo: eu sou isso sou aquilo… Parece até que sou narcisita, será?? Bom, eu só quero me apresentar…

Tenho o maior prazer em compartilhar esse blog com você. Aceito sugestões, comentários, críticas… Fique à vontade, se sinta em casa!

25 Comentários

  1. universo70 said,

    novembro 26, 2007 às 4:28 pm

    Vamos compartilhar esses momentos, esse universo, versos e prosas?

  2. Rafael said,

    julho 18, 2008 às 1:05 am

    Bacana demais o seu blog!! Entro sempre…

    Abraço,

    RAFAEL

  3. universo70 said,

    julho 18, 2008 às 12:44 pm

    Valeu Rafa! Os anos 70 são inspiradores né?

  4. Lua Nua said,

    junho 27, 2009 às 3:41 pm

    Achei seu espaço procurando Caleidoscópio no google, tim-tim!

  5. Patricia said,

    julho 23, 2009 às 10:07 pm

    Nasci nos anos 70, cresci nos anos 70…aqui estou adorando suas palavras que encantam e revivem…
    Ganhou uma fã!
    ;-D

    • Rita Baiana said,

      julho 24, 2009 às 4:29 am

      Fico feliz com esses encontros que a net nos proporciona. Reviver essa década de delírios lúdicos é tão bom… Volte sempre!

  6. caio assef said,

    julho 24, 2009 às 8:47 pm

    procurando os novos baianos achei seu blog e me achie tbm, me inspiro mto nas décadas de 60(67, 68, 69) e na década de 70… na arte, na música e na vida!!!
    influenciado pelo meu pai musicalmente descobri a cultura hippie através da musica, artistas como, os novos baianos, jimi hendrix, janis joplin, bob dylan, country joe e outros… sempre pesquisei sobre tal tema, leio mto por influencia da minha mãe, especialmente sobre historia e sociologia, descobri os ideais hippies, estudo radio/tv e tenho 22 anos, seu blog é realmente bom!!!
    Muito inspirador relembrar essa década e em tds oportunidades tentar viver como tal…parabéns, mta luz e paz!!!

    • Rita Baiana said,

      julho 24, 2009 às 10:55 pm

      Essa década é realmente inspiradora. Lembra-la, é trazer de volta os ventos da liberdade, da paz e do amor. É não deixar que o sonho acabe… Fico feliz demais quando percebo o tanto de jovens, como você, que curtem os delírios desses tempos loucos e belos. Volte sempre! Seja bem vindo!

  7. agosto 21, 2009 às 7:48 pm

    Oi Rita,

    Eu também sorvi e vivi os 70. Tenho 51 e a marca indelével da rebeldia, da poesia que só nos, que vivemos isso, sabemos o quanto significou, significa e nos faz um pouco mais completos para viver no século XXI.
    Descobri seu blog por acaso. Acaso? Bela surpreza.

    Beijos.

    • Rita Baiana said,

      agosto 22, 2009 às 3:29 am

      Pois é… Como disse o glorioso Gil, quem não dormiu no “sleepbag” nem sequer sonhou… Obrigada pela visita, e volte sempre que quiser compartilhar lembranças afetivas dessa década tão jóia, tão libertária, intensa, poética… Um abraço!

  8. setembro 14, 2009 às 1:04 am

    ola Rita, eu achei seu blog quando buscava o simbolo da paz porque pintei na minha camisa e um amigo disse q tava parecendo do olodum 😛
    bem, comecei sacar seu blog e ganhei o rsto da tarde na frente do pc lendo e relendo seus posts, Rita, vc tá de parabens! por coincidencia tb sou da bahia, de votoria da conquista. leitor garantido 🙂

    • Rita Baiana said,

      setembro 14, 2009 às 1:22 pm

      Eita! Daniel… Valeu a visita! Será um prazer te-lo sempre por aqui. Abraços pra Conquista, galera da serra do Maçal…

  9. Liza Santana said,

    setembro 16, 2009 às 11:04 pm

    Rita! Gostei de ti sem te conhecer…rs
    Escrevi faz pouco tempo sobre os jovens dos anos 70, mas nao publiquei no meu blog.
    Queria muito ter nascido nessa época, tanto pelas idéias de liberdade quanto pelas roupas e jeito de se comportar do jovens. Apesar de tentar aproveitar o máximo possível do que a minha época tem a oferecer, acredito que os anos 70 foram muito mais emocionantes. Os jovens de hoje em dia não são engajados em quase nada e parece que não há nada de novo em nossos dias.
    E por pensar desse jeito as vezes penso ter nascido na época errada.
    rsrs

    Gostei muito daqui.
    Bjo

    • Rita Baiana said,

      setembro 17, 2009 às 12:09 pm

      É Liza… Os anos 70 foram realmente de sonhos, sons, delírios, experiências cósmicas, místicas e etc. Muita gente gostaria de ter vivido essa década louca, que marcou nossa história recente. Por isso eu trago pra cá lembranças e curiosidades que vi, ouvi, vivi… volte sempre!

  10. Rubens Salles Jr. said,

    setembro 19, 2009 às 2:22 pm

    Rita baiana
    Seu blog faz a gente sentir mesmo a geração paz e amor, não sou poeta e tropeço muito nas palavras mas tudo bem, acho que ta valendo, se você sacar vai ver que nossa geração não envelheceu, pq a mesma roupa que meu filho veste eu visto, tenis, calça jeans, camiseta, curto os mesmos programas dele então me pergunto onde esta a velhice da nossa geração?
    Eu mesmo posso responder só pra quem não foi hippie.
    Ou seja burguez, conservafor, cheio de preconceitos.
    Sei lá (essa frase fazia meu pai subir nas paredes) acho que me fiz intendido ou não?
    Tomara que seja resgatado essa essencia dos anos 70 foi muito bom achar o seu blog.
    Abraço bicho
    Juca

    • Rita Baiana said,

      setembro 19, 2009 às 7:08 pm

      Eu também tropeço nas palavras, na gramática… Mas dá pra contar um pouco da história da geração 70 e das coisas que vi e vivi no final dessa década incrivelmente louca, cheia de sonhos e descobertas… Eu e meus amigos…

  11. luiz fernando said,

    novembro 16, 2009 às 4:01 pm

    Rita!!!d+ saber q ainda á pessoas q dão valores no passado!!! 70 foi a década do grito de liberdade social!!sem caretisses!!devemos á vcs eternos jovens!!vivaaaaaa á woodstock!!no proximo eu vou.rsrsrs… PEACE OF LOVE!!!bjuuuuuuus…:)

  12. Meire said,

    dezembro 27, 2009 às 8:04 pm

    Rita, como invejo vc, tudo que mais curto de música (e outras coisas) é dos anos 60 e 70. Lamento sempre ter nascido no final dos anos 80. Eu realmente não gosto dessa época, em que a mídia conseguiu adestrar toda a juventude…
    Acabei de achar seu blog, to super feliz de poder ter toda essa seleção dessa fantástica década aqui, valeu mesmo!!!
    e mais uma vez, vc tem mt sorte, simplesmente por ter nascido em 59!
    Um abraço

    • Rita Baiana said,

      janeiro 5, 2010 às 10:46 pm

      Ôi Meire, pois é… Foi realmente uma década incrível a de 70,
      mas cada tempo tem seus encantos e desencantos né?
      Teve muita coisa bacana nos anos 80: Cazuza, Titãs, Legião Urbana…
      Foi o boom do rock brasileiro. Só não teve a magia, a transgressão, o debunde…
      Um abração pra você também. Volte sempre!

  13. Lua said,

    janeiro 17, 2010 às 3:10 pm

    Gostava de ser como tu.
    Ter vivido nos anos da liberdade 😀 Sabe, ter 16 anos hoje não sabe como sabia… 😦
    Amei seu blog.

    abraço, Catarina

    • Rita Baiana said,

      janeiro 19, 2010 às 3:11 pm

      Ôôô Ana… Foram anos de liberdade e rebeldia,
      mas também foram anos duros, com os porões da ditadura aprisionando
      os jovens e tentando castrar seus sonhos…
      Mas acho que foi muito bacana e valeu a pena demais…

  14. Richard said,

    fevereiro 22, 2010 às 7:04 pm

    Engraçado q eu estava procurando pelos novos baianos e achei seu blog…mergulhei nele e naum consegui mais sair..rsrs ..sempre procuro reviver esse periodo através dos discos,filmes e livros e juntar a galera p ouvir e fazer musica ,bater papo,beber e fumarunzinho buscando a atmosfera da epoca e quase sempre conseguimos!

  15. rodrigo rangel said,

    março 13, 2010 às 4:02 pm

    Uai nasci no final dos anos 60, em 68 o ano que não terminou. Bem se não terminou não posso dizer. mas na minha infancia dos anos setenta puta que pariu que saudade. meus primos doidões, os amigos deles mais doidoes ainda. muito raul, sérgio sampaio, os tropicalismos e suas maravilhosas letras promovendo um banquete. minha casa(da minha mãe) transformava num guetho cultural. Vai ver é por isso que hoje ganho a vida em eventos de rock e de boa música brasileira…somos hoje o prisma dos anos setenta. Bem sem exageros é claro! valeu?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: