Almanaque 70

Liberdade é uma calça velha, azul e desbotada

que você pode usar do jeito que quiser

(não usa quem não quer)

US Top

desbote e perca o vinco

US Top

Delírio índigo blues

US Top seu jeito de ser

“Quem viveu intensamente os anos 70 está condenado a não se lembrar deles. Pelo menos não inteiramente. Há uma ironia tão grande nisso, uma ironia tão… Anos 70…Porque foi uma década de experiências, com muito pouca intermediação. Não importava realmente se havia ou não registro, memória, inventário do que se experimentava. A captura do momento fugaz, em toda sua intensidade, era privilégio e tormento de cada uma, de cada um. Não eram experiências para serem lavradas em ata. Eram para ser carregadas no mais fundo da alma.” ( Ana Maria Bahiana / Almanaque anos 70)

“Não, não é uma estrada, é uma viagem…

Tão, tão viva quanto a morte…

Não tem sul nem norte, nem passagem”

(Ferro na boneca/ Galvão e Moraes/ 1969)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: