Gil disse…

(Um pedacinho de uma entrevista dac coleção encontros)

“O fim do tropicalismo não foi por vontade própria, foi coisa do destino. De repente, a gente teve que parar o trabalho, foi preso, teve que sair do país. Então, já era outro fator, outra forma de movimento, mas que também foi positivo. O resultado está aí hoje, eu reputo a minha experiência lá fora como uma coisa fundamental na minha vida.

Só pra instigar… Leiam o livro que tem um monte de entrevistas de Gil, desde 1967 até 2007. Coleção Encontros da Azougue editorial,

organização de Sérgio Cohn, apresentação de Ana de Oliveira. Tem outros lançamentos bem interessantes, tipo, Jorge Mautner, Hélio Oiticica, , Tom Zé, Waly Salomão, Zé Celso Martinez Corrêa, Nise da Silveira, Roberto Piva,  etc, etc

Anúncios

3 Comentários

  1. Liliane said,

    fevereiro 19, 2011 às 4:22 pm

    Oi! Cheguei no seu blog pesquisando sobre os anos 70 … década em que meu marido nasceu. Ele fará 40 anos esse ano e quero fazer uma lembrança para seu aniversário, reunindo informações sobre oq aconteceu.
    parabéns, vc escreve muito bem!

  2. Bárbara said,

    maio 3, 2011 às 1:16 am

    Se os dias de hoje fossem metade do que os anos 70 foram, o mundo seria um lugar melhor, mais prazeroso de se viver, mais livre, diferente.
    Triste pensar que esta época nunca voltará, que os jovens de hoje em dia nunca viverão tudo que foi vivenciado no anos 70.
    Foi uma época mágica. E feliz são aqueles que conseguiram experimentar um pouco dessa época.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: